TEORIA KOPENHAGEN

Quando fiz minha monografia de fim de curso (gente, já faz uma década!), minha orientadora disse que eu teria duas opções: ou eu fazia uma monografia com base em Pesquisa de Campo, ou com base em Pesquisa Bibliográfica. Ou seja, ou eu saía às ruas ou eu me afundava em livros para defender minha idéia. Acabou que eu optei pela segunda, na doce ilusão de que seria mais fácil. Doce ilusão...


Bom, voltando aos dias de hoje... (Céus!! Já faz uma década!)



Como sempre, conversas paralelas com amigos, me deu inspiração para desenvolver essa teoria. Que é +/- o seguinte...



A "Teoria Kopenhagen" surgiu do fato de eu, a-d-o-r-a-r
o bombom de cereja da Kopenhagen. Essa preciosidade, não sai barato. Um bombom custa algo em torno de R$ 4,00. 'Em torno' porque é por peso, tá gente? E o tamaninho de cada bombom 'vareia'.


Isso sem falar em outras delícias... Huuum... Capu da Kope! Capu da Kope!


Bom, voltando à teoria... é um prazer que me dou sem pestanejar! Pelo menos uma vez por semana. Sem dó, nem piedade! E quantas e quantas vezes já ouvi: "O quê!!!! Um bombonzinho por R$4,00!! Tá maluca!?!? Com R$ 4,00 eu compro duas caixas de BIS!!"



Mas não é qualquer bombom, santo DEUS!!!
É O bombom de cereja da Kopenhagen!!!! Já que vou sair da dieta (seja ela pra perder aqueles quilinhos ou controlar os níveis de sei lá o que), que seja bem feito!!! Qualidade e não quantidade. Além do mais, o preço ajuda a comer um só! E não duas caixas, caramba!

Já pensaram por este ângulo???
Ahá! Elementar meu caro Watson!!!

Eis então a Teoria Kopenhagen...


Menos é mais!!! Curta o caro para comer menos, entende???


Pois é... E eu nunca tive como embasar essa teoria.
Se fosse usar a Pesquisa de Campo, já imaginou???? Ia ter que me plantar na porta das Lojas da Kopenhagen. E para a Pesquisa Bibliográfica, nunca tinha visto nada escrito... nunca, até hoje!!


Isso mesmo, finalmente achei uma autora de peso que comprova/embasa a Teoria Kopenhagen!!!
Sem mais delongas... segue o texto abaixo.



ETIQUETA DA DIETA
"Uma dia você acorda com um vontade louca
de quebrar o regime e comer um chocolate.
Então, faça direito!
Não pegue o primeiro bombom sem-vergonha que surgir na sua frente!
Vá até a melhor loja de doces da sua cidade,
escolha três bombons m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o-s
e saboreie com delícia e vagar.
Depois volte para o regime.
O mesmo vale para massas, bolos e doces.
Qualidade em vez de quantidade!"


Trecho de "Chic[érrimo] : moda e etiqueta em novo regime"
By Gloria Kalil, Ed. Códex, 2004, p.54

2 Pitacos:

Nanix disse...

Ok!
I think I get it.
Thanks!

little john disse...

Ó-T-I-M-OOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!