FILME DA VEZ - 'O LABIRINTO DO FAUNO'

Ontem assisti ao filme O LABIRINTO DO FAUNO! O filme se passa na Espanha pós guerra civil (1944) e conta a história de Ofélia, uma menina de 10 anos que, a contragosto, se muda com a mãe grávida para as montanhas, para morarem com o Padrasto. Este é um capitão facínora que mantém um posto avançado contra a resistência rebelde ao governo de Franco. Chegando à sua nova casa, Ofélia descobre, num labirinto que existe por ali, todo um mundo inexplicavelmente mágico.

O filme mescla fantasia e realidade de uma forma tão equilibrada que vc fica sem saber se tudo o que se passa é real ou pura imaginação da cabeça de Ofélia. Ela pode ter imaginado a figura de Pan (o Fauno), afinal ele só era visto por ela. Ela tbm pode ter imaginado o ritual de cura para a mãe. Sim... sim... Até mesmo porque, sua situação não a agradava, e ela tinha todos os ingredientes para querer fugir dessa realidade. Mas, ao mesmo tempo, me pergunto... como a raiz chegou às suas mãos? Como ela conseguiu fugir do quarto trancado? Talvez tudo fosse real sim, e só Ofélia - sendo a reencarnação da Princesa - pudesse ver toda aquela magia e precisasse de deixar tudo (inclusive seu 'eu' físico) para trás para voltar para seu reino. Sei lá... Mas para mim, que adoro esses tipos de filmes, é aí que mora a beleza deles.

Pois é... vc TEM que assistir a este filme! Não só porque ele está indicado ao Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro (México), e corre grande risco de tbm ser indicado ao Oscar na mesma categoria. Mas principalmente porque ele é uma overdose de inventividade e criatividade por parte do diretor/roteirista Guillermo Del Toro, tem uma fotografia e direção de arte de tirar o fôlego, sem falar nas atuações primorosas (principalmente Ivana Banquero, a 'Ofélia').

Algumas pessoas têm apontado como falha do filme o excesso de violência de algumas cenas. Mas eu acho que elas (meio que) chegam a ser essenciais para mostrar, de certa forma, do que Ofélia 'fugia' quando enveredava em seu mundo mágico - real ou não.

Resumindo... um excelente filme para fechar a safra meio morna do ano de 2006. Nada mal, para um filme que - perto do absurdo de outras mega-super-hiper produções hollywoodianas - custou apenas U$5 milhões de dólares.

Bjs mágicos de sua cina-olheira...


---------------------

CURIOSIDADE...

1. Doug Jones (interpetou tbm 'Abe Sapiens' de HELLBOY, outro filme de Guillermo Del Toro) foi o ator que personificou tanto O Fauno como o Homem Pálido. No caso do Homem Pálido, após 5 horas para vestir o figurino, Doug não tinha como escutar nada, pois os mecanismos que reproduzem as expressões faciais o deixavam praticamente surdo. Ele se guiava visualmente, através dos buracos das narinas do personagem. A roupa do Fauno tbm era trabalhosa, mas o problema enfrentado por Doug neste caso foram os diálogos. Ele não fala nadica de espanhol, daí teve que decorar não só suas falas como as de Ofélia tbm, para saber suas deixas. Aliás, ele era o único que não falava espanhol em todo o set de filmagens.

2. O Filme recebeu uma salva de palmas de 22 minutos no Festival de Cannes.
.

2 Pitacos:

NaSilva disse...

Eu quero meu dinheiro de volta!
Eu tenho direito de receber a metade da metade, já que eu paguei meia.
Eu passei boa parte do filme de olhos fechados para não ver as cenas de violência...
Agora a parte que eu vi foi muito boa! Ah se foi!

Sora Soralina disse...

Oxi!
Oxi!
Vc fechou os olhos porque quiz!!!
Quem mandou?!?
Tem que receber nada não!