SUPÉR-FLUOS

Até os homens mais pobres
precisam de coisas supérfluas
”.
William Shakespeare, “Rei Lear”, Ato II, Cena 4

Para entender este devaneio vá alí, falar com a Clô.

1 Pitacos:

Bia disse...

Eu li o artigo, ficou muito bom!