LIVRO DA VEZ - "O CLUBE DO FILME"

Já deu pra percerber que eu estou aproveitando para pôr os pitacos dos livros que tenho lido em dia, né.

Pois então... Este é outro livro que ganhei de Nani (de níver). E novamente ela acertou na mosca. Mira boa de quem te conhece bem e compartilha interesses. Neste caso, o cinema.

O Clube do Filme, também é um livro autobiográfico que conta a experiência de David Gilmour - crítico de cinema - ao lidar de maneira única com a crise existencial de seu filho adolescente.

Com 15 anos Jesse está num momento difícil, de impasse e desinteresse total por sua vida, quando o pai resolve propor que ele largue a escola por um tempo. Jesse aceita sem pestanejar. David, sem saber exatamente o que estava fazendo, tinha apenas a certeza de que não queria afastar o filho de vez e lhe faz a seguinte proposta: ok, ele podia sim largar os estudos desde que ele continuasse a morar em casa, não se envolvesse com drogas e assistisse com ele a 3 filmes por semana.

A partir daí passam-se anos, crises, amores, idas, vindas, lágrimas, risos, uma lista de dezenas de filmes e você percebe lentamente o laço de pai e filho ir se estreitando e se tornando mais forte a cada filme assistido. Incrível notarmos isso, quando os próprios protagonistas não o percebem, a não ser quase no final do livro.

É delicioso também perceber que, de acordo com cada fase, momento, ânimo e humor de Jesse, David saca de sua lista os filmes adequados para ajudar o filho (e a si próprio) a lidar com o que está acontecendo.

O Clube do Filme é uma aula de compreensão, de amor incondicional e de cinema. Aliás, a vontade de assistir a toda a lista de filmes (e ela consta do livro) vistos por eles é enorme!!

Quem sabe não vira uma desafio?!

Bom... de qualquer forma fica aqui a dica: cinéfilos e/ou pais de plantão, vocês não podem perder!

6 Pitacos:

Max Amaral disse...

hummmm...

Fênix disse...

Eu li e gostei, principalmente da lista de filmes. Mas o Ewald - que entende mesmo do assunto - discorda: "Uma ótima história. Tanto que deveriam fazer um livro sobre isto. Porque este não conseguiu.

O crítico/autor para começar, não é grande coisa (ele chega ao cúmulo de falar mal de Gene Kelly!).

Os diversos filmes mencionados nas primeiras páginas do livro são tratados de passagem e geralmente não merecem mais do que uma ou duas linhas.

E o tema fundamental, a mudança, acaba não sucedendo. O rapaz no final do livro (Spoiler!) continua o mesmo ou pior, os romances com as garotas não tem maior importância. Nem sequer seu trabalho como músico.

Ou seja, não aprende nada, os filmes só servem para comentários superficiais e bobos (e olha que não são americanos, são canadenses, supostamente mais profundos e sérios).

Crítico ruim, filho bobo, livro decepcionante."
http://blogs.r7.com/rubens-ewald-filho/2009/10/02/resenha-clube-filme/

Denise, do Max disse...

E eu... estou lendo a série Twilight.
E estou amando!! Você tinha razão, é muito legal. Já estou no terceiro livro e mal consigo largar. Por que será?

Sora Soralina disse...

Pois é Fênix...
Mas gosto é algo muito pessoal, e cada um tem o seu, não é?
E Crítica, nada mais é do que a manifestação de uma opinião (gosto) pessoal.
E viva o livre arbítrio!

Sora Soralina disse...

Pois não é, Dê?!?
Que bom que vc tá gostando...
Depois me conta o que vc achou do livro final, ok?

Xro...

Filósofa Irmã disse...

ei qdo é q vc me passará os livros mesmo???