SUTILEZAS

"Mais uma corrente roda pela internet, dessa vez pedindo que listemos nossas seis regras básicas de etiqueta, aquelas nas quais acreditamos com Cristo, por Cristo e em Cristo.

Bom, pra começar é bom deixar claro que eu não sou lá a pessoa mais formal do mundo, pelo contrário. Tenho cá meus momentos pé-de-chinelo e deles eu não abro mão. Contudo, penso que existe uma coisa que rege, ou deveria reger, tudo nessa vida - a educação, e é baseada nela que listo abaixo alguns pontos que acho importantes.

1. Pontualidade
Por Jacó, alguém faz favor de me dizer onde foi que a pontualidade se perdeu nesse caótico mundo moderno? Detesto com todas as minhas forças gente que atrasa. Também creio firmemente que, se existe um horário estabelecido, é nele que você tem que se guiar. Então, porque catso se convencionou que um atraso de "trinta minutinhos" é de praxe? O cacete!
Vivemos em um mundo agitado, corrido, eu sei. Eu até vivo em uma cidade que definitivamente não colabora com essa minha veia britânica, então é óbvio que emprevistos acontecem - aqui em SP eles acontecem a todo momento. Mas, isso não pode virar regra. Se você for se atrasar para o jantar para o qual você foi gentilmente convidada, o mínimo que você pode fazer é retribuir a gentileza ligando e avisando que irá se atrasar. É, no mínimo, de bom tom fazê-lo.

2. Restrições Alimentares
Funciona assim... Se você foi convidada para um almoço, jantar, chá, café e se, por acaso você tiver alguma restrição alimentar séria, com mil demônios Batman, você faça o favor de avisar a anfitriã pelamordedeu! Ninguém merece pensar um menu bacanérrimo, planejar um jantar nos mínimos detalhes, para na hora de servir topar com a cara de NHÉ do convidado ou convidada que resolve, naquele momento, abrir sua cartilhinha de restrições alimentares. Vá para o inferno! Avisar antes não é deselegante e a anfitriã vai te agradecer para o resto da vida (eu já passei por isso e sei do que estou falando).
E, olha, eu estou falando de restrições sérias... nem vamos entrar em detalhes do tipo aqueles pedacinhos de cebola que você não come, tá?
Se você começar a separar a comida no prato, a "pescar" os ingredientes, para mim, cometeu a maior gafe que poderia cometer enquanto convidado. Nota zero!

3. Delicadezas essenciais
Vai jantar na casa de outra pessoa? Leve alguma coisa meu bem. Pode ser um vinho, uma caixa de bombom, um vasinho de violeta, um mimo qualquer para a anfitriã. Mãos vazias jamais! Alguém passou bastante tempo na cozinha preparando algo com muito carinho para você. Retribua.

4. Louça da Pedra Lascada
Comadre, a menos que você seja a Wilma Flintstone e viva na idade da pedra lascada, colocar um prato lascado, trincado e/ou rachado na mesa é no mínimo muito deselegante. Uma boa checagem na louça antes de ir à mesa sempre cai bem.

5. Simples, mas limpinha
A toalha de mesa pode ser simples, pode ser de linho, de algodão, de chita, de plástico (okey, plástico não baby), mas tem que ser limpa. Se você não vai receber ninguém pode usar a mesma toalha até que as manchas criem vida - como você convive com isso é problema seu. Agora, se vai comer mais alguém contigo, toalhas limpas, bem passadas ou jogos americanos igualmente limpos, sempre. Toalhas manchadas e panos de prato surrados fazem parte do nosso dia-a-dia, eu sei, mas você não precisa compartilhar isso com mais ninguém, né? Não preciso me alongar muito no quesito higiene, né? Limpeza é bom e a gente gosta.

6. Assuntos proibidos
Minha avó já dizia que para a mesa devemos levar apenas a boca pra comer. Ela dizia isso pra sugerir que falar durante as refeições era desnecessário - coisa praticamente impossível em uma família com veias italianas fortíssimas. Bem, de fato lá em casa prezamos o silêncio, mas é óbvio que isso não cabe em um almoço ou jantar com convidados. Nesses casos acho que a regra da minha avó vale, mas pode ser mais "flexível". Acredito piamente que certos assuntos não devem surgir à mesa. Assuntos desagradáveis, discussões acaloradas, temas indiscutíveis (religião, política, futebol)... O momento de comer, independente de onde você está, deve ser sobretudo de apreciação. Uma conversa amena e tranquila (e isso não quer dizer que não possa ser animada) para mim é o ideal.

Ufa! Consegui listar seis, mas admito que, ao pensar sobre o assunto, encontrei outras tantas coisas que também não acho legal. Também acho que não devemos nos ater à todas as regras de etiqueta do mundo, rezar a cartilha de boas maneiras em tempo integral, repetir sempre comportamentos pré-estabecidos, ações formais, nada disso. Acredito sinceramente que tudo nesse assunto gira em torno de duas coisas - educação e bom senso. Usando-os é bem provável que você não erre nunca."

Escrito por uma das Rainhas
e eu assino embaixo!!
.

4 Pitacos:

nasilva disse...

Eu não vou falar naaaadaaaaa
porque sou uma das atrasadaaaaass...

Sora Soralina disse...

Aha!!!
Te peguei!!!
E vc que sempre fala que ra comer vc NUNCA se atrasa!!!
Aha!

nasilva disse...

Ah! Vc tava falando para comer?
Eu não atraso nunca! rsrsrsrs

Sora Soralina disse...

Ahan...
Sei...