LAGARTIXANDO II

Poizé seu Zé...

Lagartixar em casa é tombom, né fiote! Com diz o mineiro: Bão dimais da conta!!!

Fiquei lendo meu livro (The Undomestic Godess) e ouvindo música... com aquela chuvinha toda... debaixo de colcha de retalho (presente de DonaNilva). Tem coisa melhor? Tá... tá... sei que tem. Mas chega quase perto!! É algo gostoso ao ponto de esquentar a alma (não só o corpitcho). E como eu tava precisando disso, viu? E como!

Só que, tendo tomado café (chiiiiiiic!) 10h, foi chegando 16h e bateu fominha de novo, né?! Isso acontece, fiote! Principalmente quando vc tá lagartixando, e quando o dia tá friozinho, né? A boquinha fica nervosa!

Mas lembra da carne moída?? Da abobrinha?? Lembra?? Então... essa filósofa aqui pensa ahead!

A princípio ia fazer um arrozinho com carninha moída refogada com a abobrinha. Sem graça, né? É... e ficou mais sem graça ainda quando fui catar arroz e necas! Nada! Zero! Rosca! Nem um grãozinho de arroz pra contar pra donde foram os outros!

Bom... vamos de macarrão, né? Macarrão tem! Mas sabe duma coisa? Apesar de amar massa de tudo quanto é jeito, num sou muito fã de molho a bolonhesa, não. Sei lá... Mas e aí? O que que eu faço com essa carninha moída? Bão... adoro tentar 'clonar' pratos. Quem me conhece na cozinha sabe disso. E na maioria das vezes eu me 'assucedo' bem na empreitada. Resolvi então que ia tentar clonar um molho com polpettines que comi outro dia na Truli Spaghetteria. E a abobrinha ia entrar de gaiata no navio... quer dizer, no macarrão.

E daí vc me pergunta: O que é polpettine? Criatura! Polpettine é o fiote da polpetta, ou seja é uma almondeguita ou, como a gente fala lá em Minas, uma pelotinha. As 'nicas' só deram pra comprar 200gr de carne moída. Acrescentei uma colher de mostarda dijon, uma colher de sopa de azeite balsâmico (não tinha vinagre!), um dente de alho amassadinho, sal, pimenta moidinha (na hora!) e meia torrada raladinha (daquela do café, lembra?) pra dar uma liga de leve (não gosto de pelota massuda!). Amassa bem e enrola as bolotitas. Miudinho, viu? Do tamanho da unha do dedão da mão (repara o meu carinho aí na fota!). 200gr de carne dá +/- umas 70.

Agora o pulo do gato: lá nas Minas Gerais minha tia poe as pelotas na panela com água e óleo, e não só óleo. Tudo junto-ao-mesmo-tempo-agora! É assim ó... vc coloca água na panela (da altura das pelotinhas), vai mergulhando uma por uma (com muito amor) e deixa cair um fio bom de azeite. Resumo da ópera? A polpettines vão cozinhar e depois só bronzear no fio de azeite e não em meia panela de óleo. Elas ficam bem douradinhas e suculentas, sem ficar encharcadas de gordura (arhg!). Só não pesa a mão no azeite, viu? (fi-firi-fi-fiu!)

Com elas acabando de pegar um bronze, eu acrescentei meia cebola fatiada e deixei dar uma leve dourada. Logo depois foi a vez da abobrinha (zuchini), em lascas. No que ela 'assustou', foi uma concha de molho de tomate pronto (Pomarola mesmo pois não tinha o pelatti, que gosto de usar. Pobreza total!). Isso mesmo! Só uma concha, só pra umedecer a coisa.

É claro que meu macarrão parafuso (fusilli) já tava alí do lado, tomando banho, né? Daí foi só escorrer e sacramentar o abençoado casamento.

Jesus!! Vcs não tem loção de como isso ficou bom! Mió do que o do Truli. Minhas amigas que comeram um 'cadim' tão de prova. Aliás elas só comeram isso mesmo: uma prova, porque foi o que sobrou! Rsrsrs...

Faz aí, vai? Meu FUSILLI AL POLPETTINE E ZUCCHINI (Giggio!!! Corrige a gramática aí, vai?). Ou traduzindo: PARAFUSO COM ALMONDEGUINHA E ABOBRINHA.
.

5 Pitacos:

neile disse...

Oie, Sora!!

Naum resisti e vim ispiá!! Nussa, que diliça!...rs...vou fazer este maracarraozim de qq jeito! E olha, o sonho de consumo tem ramificaçoes mais delirantes ainda.r.s..s....fogão (com forno) à lenha..pamonhadas mil no fogão industrial...galinha caipira com quiabo, jiló e maxixe no fogão à lenha enquanto o bolo de milho fica pra sobremesa..rs...e vou parar pq a delirança extrapolou.rsrs...
Bjs..
E obrigada, mais uma vez, pelas dicas da panelox...

nasilva disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Sora Soralina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sora Soralina disse...

Neile querida!
Q bom que vc veio 'me' visitar! Seja bem vinda e volte sempre!! Pois é... como boa (1/2) mineira que sou essas coisas de fogão a lenha... pamonha... galinhada... bolo de fubá... e pão de queijo... é tudo a minha cara!!! Minha amigas sabem. Aliás, as farras que fazemos lá na Toca (sítio da família aqui em BSB) já tem renome. E o chazinho (capim-santo colhid no quintal) com o bolo de fubá, que faço no fim da tarde pra acompanhar o pôr-do-sol (escandaloso!) da varanda não pode faltar!

Me conte depois como ficou o macarrão!
Bjs
Sora

Amorosa disse...

kakakaka!
Muito legal esse sotaque mineiro do blog!!!
São 11 h, estou faminta.
Este blog devia vir com tarja preta "causa fome".